• Nelson Moleiro

Onde compra o Táscuela?


Vamos falar da compra de vinhos e de gins. Onde compro eu os meus vinhos e gins? Mas vamos por partes. O processo de compra nem sempre é fácil, existem diversos factores envolvidos, a começar pelo factor preço, passando pela diversidade e exclusividade na oferta, e terminando na orientação e conselho profissionalizado. Digamos que oferta há muita, e como em tudo na vida, num processo de procura e compra, tudo depende das nossas expectativas, do perfil do comprador, e do orçamento de cada um. Eu gosto de comprar produtos que façam a diferença pela qualidade e exclusividade, e a um preço que ache justo pelo item que quero comprar, sem cometer loucuras. Há quem diga que dar 10,€ 20€ ou 30€ por uma garrafa de vinho é loucura. Tudo certo, para mim 10€ ou 20€ por umas cuecas é igualmente insano, e será que montar uma sistema de som de 1000€ num Opel Corsa de 1990 é genial? Tudo depende do valor pessoal que atribuímos às coisas.

Hoje em dia, e numa perspectiva do consumidor comum, o grosso da compra de vinhos, e desconhecendo números, julgo ser nas grandes superfícies, os hipermercados, e em menor escala nas garrafeiras, nas empresas/garrafeiras de venda online, e no próprio produtor ou distribuidor. Cada uma destas opções tem vantagens e desvantagens, e a escolha vai depender, como já mencionado, do perfil de cliente e das suas expectativas e exigências. Para além do factor óbvio, a carteira de cada um, também o local de compra pode ser escolhido em função do tipo de vinho que queremos.

Hipermercados

No início, há uns 7 a 8 anos, comprava muito nos hipermercados, na minha fase de iniciação nos vinhos, hoje nem por isso, só muito pontualmente quando existem promoções de vinhos que já conheço e aproveito para reforçar o stock, com benefício económico evidente. Contudo, para o consumidor pontual, acaba por ser o local de compra óbvio e de eleição. Aqui encontramos uma oferta mais ou menos formatada de vinhos mais conhecidos, de gamas de entrada e média, de empresas de grande escala que fazem parcerias com as grandes superfícies. Ainda assim, compram-se muito bons vinhos e com excelentes promoções. Alerto para o pormenor que também acaba por ser uma dúvida pessoal e crítica. Falo daquelas promoções de 70 ou 75% desconto directo, que para mim são irrealistas. Nem o vinho merece custar 10€, nem os 2,5€ será o preço justo após o dito desconto. Se calhar deveria custar aí uns 5€, mas pronto(s), estratégia de marketing de vendas.

Garrafeiras

Depois temos as garrafeiras, com um leque de oferta de vinhos menos comuns, de gama média-alta, onde a variedade e potencial de descoberta são muito maiores. São pontos de distribuição de produtores, quintas, e distribuidores menos conhecidos, e que optam por este mercado mais especializado e direccionado ao apreciador de vinhos. Aqui, um especialista vai orientar a nossa escolha em função do nosso gosto, expectativa, conhecimentos, e valor a despender. E na realidade obtemos conselhos e sugestões muito boas, que nos levam a descobrir verdadeiras pérolas escondidas. Neste âmbito de garrafeira de "terreno", por uma questão de proximidade, fidelização e gosto, sou cliente habitual da Garrafeira Vip em Leiria e Estado Líquido nas Caldas da Rainha. Recomendo vivamente a visitarem.

Garrafeiras Online

Falemos então das garrafeiras online, onde também incluo os clubes de vinhos. Aqui, além de constantemente termos ofertas diferenciadas, temos também boas promoções. Mais de 50% das minhas compras é por este via, diria para aí cerca de 70 a 80%. Existem sempre ofertas semanais, mensais, diárias, etc, de vinhos de produtores que não vemos no mercado normal, pequenas quintas e empresas que se lançam para um mercado competitivo. Vinhos de gama alta, média, premiados, e malta muito competente a querer chamar a atenção para os seus produtos. Há sempre algo novo para mim, vinhos que já tinha ouvido falar, que tinha curiosidade de provar mas que não encontrava. Existe sempre uma componente de surpresa e descoberta que fascina, e a óptimos preços. Por aqui sou cliente da Flashgourmet, Garrafeira Nacional, Jarro Dourado, Garrafeira Estado Líquido, Garrafeira Vip (novidade, ainda não comprei online), e mais recentemente o Clube de Vinhos Benfica.

Temos então todas as semanas coisinhas diferentes, novidades, promoções, o ideal para quem pretende diversificar a sua prova. Se quiserem visitar, basta seguirem os links que vos deixo.

Compra Directa

Por fim temos a compra directa aos produtores, às quintas, que na realidade efectuo sempre que faço enoturismo. Nada melhor que trazer connosco as melhores experiências de prova, para além de que ajudamos os produtores e a sua actividade económica, sem intermediários pelo meio.

Quanto aos gins existe o paralelismo na comparação das opções de compra. Mas sinceramente compro 100% em garrafeiras e online. A oferta é gigantesca, muito mais diversificada e especializada. As tónicas premium, essas, conseguem-se boas promoções nos hipermercados.

Uma nota final importante

O transporte e conservação do vinho são importantíssimos. Procuro saber sempre, principalmente nas compras online, qual o tempo médio de transporte e as condições do mesmo, de forma a garantir a melhor preservação dos vinhos.

Espero ter ajudado, bebam muito!

#vinho #gin #garrafeira #compra

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle