• Nelson Moleiro

2016...2017! A primeira virada do blog!


O ano de 2016 termina cheio de cores, contrastando com esta foto introdutória. Isto porque, tanto a nível nacional, como na esfera pessoal, bebeu-se mais e melhor vinho! Foi um ano colorido, fomos desde o tinto ao branco, passando pelo rosé e espumantes, sem esquecer os licorosos e até mesmo o gin, este bébé de 6 meses de nome Táscuela, fartou-se de aprender. A malta quer é brindar! Na realidade, o vinho está na moda, e nós consumidores jovens estamos a crescer, estamos mais exigentes e interessados, e o mercado tem respondido da melhor forma, continuando a superar as inúmeras dificuldades no sector e a melhorar a olhos vistos. O ano de 2017 que se avizinha, será certamente um ano de crescimento e sucesso, sem dúvidas!

E o Táscuela para 2017?

Em meio ano de blog, o que passou de uma brincadeira já ganhou proporções elevadas, tudo muito rápido. Contudo, o que o Táscuela pretende para o ano novo, é uma continuação tranquila e serena do que temos feito. Eu bebo muito e cozinho pouco, a Sofia bebe pouco e cozinha muito, acho que está justo e bem distribuído, eheh! Tenho muitas ideias, algumas são de carácter impulsivo e de improviso, como este texto, mas o meu maior desejo para 2017 é continuar a errar, a errar muito, é sinal que se vai provando e bebendo muita coisa, e que resulta em aprendizagem. Hoje já consigo transmitir algumas dicas ou ajudar pessoas que sabem um pouco menos que eu, e por outro lado, aprendo com os que sabem muito mais nesta área. Já consigo apreciar e segmentar vinhos que me passavam completamente ao lado, mas nunca me irão ouvir dizer que um vinho sabe a bergamota cítrica por exemplo. Tanto cítrico por aí e tinha que ser bergamota cítrica? Adoro essas memórias descritivas poéticas! Faz-me lembrar um gajo há uns meses numa prova de vinhos, sentou-se ao meu lado, e eu lá disse que notava o aroma de melão no vinho. Ele repudiou e prontamente rectificou, "melão não, meloa!". Ok chefe!

Uma coisa nunca se esqueçam, e são os votos que deixo para todos vocês em 2017. O vinho sabe sempre melhor em companhia e numa mesa composta. Os melhores vinhos que bebi em 2016 não têm nomes nem pontuações, foram aqueles bebidos à mesa com amigos e familiares. O melhor vinho para ti é aquele que te sabe bem, e aquele que partilhamos entre nós, é o melhor vinho do mundo!

Em 2016 foram dezenas de garrafas na mesa entre amigos e boas conversas, 2017 será ainda melhor!

Peace Out, hasta 2017!

#AnoNovo #amigos

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle