• Nelson Moleiro

Prior Lucas Espumante Baga Blanc de Noirs Bruto 2015 e Prior Lucas Branco 2015


No que toca a novas descobertas falo hoje de um pequeno produtor da região da Bairrada, desconhecido para mim até há muito pouco, e de forma global para o consumidor generalista. A Prior Lucas é um projecto familiar muito recente e a dar os primeiros passos, passos esses que se pretendem certos e firmes num mercado cada vez mais competitivo. Localiza-se na zona de Souselas, onde se reúnem várias pequenas parcelas de vinhas, quem quiser conhecer um pouco mais e se sentir curioso para tal, aconselho visitar a sua história no site da Prior Lucas Vinhos. Cá para nós, eu sempre que vejo algo novo, potencialmente diferente, e em especial oriundo de pequenas produções, fascina-me. Sendo assim, lá comprei um vinho branco e um espumante, Prior Lucas Branco 2015 e Prior Lucas Espumante Blanc de Noirs Baga 2015. Este espumante "Baga Bairrada" foi a prova mais recente, o branco já o bebi há uns meses, mas já lá vamos. Não sou a melhor pessoa para falar de espumantes, não percebo nada da matéria, além dos fundamentos básicos da produção, espumantizacão, etc. Contudo, parece-me correcto que a sua qualidade final depende da presença ou não de bom vinho base e de todo o processo e procedimentos decorrentes da espumantização. Os aromas, sabores, e as próprias características das bolhinhas vão definir se apreciamos ou não o espumante que temos no copo. Quanto ao nível de açúcar, sou claramente apreciador das versões Brut extreme, quanto menos açúcar melhor, se bem que o mercado pede e vende exemplares docinhos, então os tugas meu Deus, esses só querem adoçar o bico!

Prior Lucas Espumante Baga Blanc de Noirs Bruto 2015

É um Baga Bairrada, espumante Bairrada DOC, elaborado a partir da casta tinta mais ilustre da região, a Baga. E o que vi aqui? Este espumante branco, de cor citrina acompanhado com uns reflexos rosas ténues, apresenta aroma com carácter citrino, limonado, mas delicado. O sabor pende mais para o floral, marcado pela rugosidade e vigor da Baga, que o distingue e coloca ao meu agrado pessoal. Bolhas muito finas, com efervescência elegante, que na boca causam enorme satisfação. Classificado como Bruto, achei que pendia um pouco mais para o doce, deve estar no limite dos limites. Algo que vai em sentido contrário ao que elejo, mas ao encontro do consumidor global. Penso que ganhava muito mais, e sobretudo se elevaria a um outro patamar, se tivesse menos açúcar adicionado.

Castas: Baga

Região: Bairrada

Teor Alcoólico: 12% Vol

PVP: +/- 9€

Prior Lucas Branco 2015

Este é o vinho que me causou excelente impressão e coloca a Prior Lucas no meu radar. Um vinho branco elaborado a partir de Maria Gomes e Bical, duas castas nobres que em conjunto, e neste terroir Atlântico, dão lugar a um vinho cheio de pujança e frescura, com as nuances frutadas mais ofuscadas e bem harmonizadas pela forte componente mineral. Forte no aroma, alguma fruta citrina, intenso. Na boca, boa acidez, salino e mineral, com boa presença e dimensão de boca a evidenciar bom prolongamento. Com a evolução na prova o vinho expande, a fruta deixa de se sobrepor e ganha uma estrutura e volume que me cativou, cheio de nervo e frescura, certamente mais tempo em garrafa vai aprumar mais o bicho. Gostei muito.

Castas: Maria Gomes e Bical

Região: Bairrada

Teor Alcoólico: 12% Vol

PVP: +/- 8€

É um vinho que tem criado expectativa na blogosfera, tendo tido já destaque também em blogues da especialidade, poderão ver aqui no Rolhas e Retratos do Hugo Costa, Avinhar do Luís Gradíssimo, e Joli do Jorge Nunes.

Boas provas e bons vinhos!

#Bairrada #PriorLucas #Bical #MariaGomes #Espumante #vinhobranco

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle