• Nelson Moleiro

Colinas do Douro Verdelho 2015


É o primeiro vinho que bebo deste produtor, e para um início de namoro começamos bem, muito bem mesmo. Tive o privilégio de beber algo fora do mainstream, um monocasta de Verdelho em altitude da região do Douro Superior, por vezes confundida com a casta Gouveio por aquelas bandas. Fiquei rendido a esta aposta e fortemente curioso com os restantes vinhos Colinas do Douro. Não consigo arranjar grandes palavras para expressar o meu entusiasmo, mas de uma forma simplista, se tivesse qualificações e aptidão para produzir um vinho com o meu cunho pessoal, este era sem dúvida um estilo de vinho branco onde gostaria de colocar a minha assinatura. Muitos parabéns ao Jorge Rosas Santos.

Colinas do Douro Verdelho 2015

O aroma marcadamente floral, discreto e elegante, na boca bastante secura, bom volume e prolongamento, estrondosamente mineral e apelativo, que dá muito gozo beber sem aquela expressividade abusiva da fruta. O denominador comum são as notas florais no nariz, percepção de chá, algum vegetal e mineralidade. Na boca revela excelente acidez, apesar de não ser o que ache mais forte no Verdelho Continental ao contrário do Verdelho das Ilhas (cada vez mais me mostram que estou errado, tenho experimentado excelentes Verdelhos). Contudo, é o prolongamento e secura em boca que se destacam. Aprecio a “amargura” existente neste vinho, profundamente mineral, secando o palato, fazendo-nos salivar sedentos por mais um copo e por petiscos a acompanhar a pinga. Gosto do distanciamento e inovação que se tem incutido em vários vinhos brancos do Douro, estavam a cair num registo asfixiante de sobrevalorização do peso da fruta no resultado final. De ressalvar que o vinho simplesmente fermentou em inox com posterior estágio de 6 meses em borras finas com bâttonage. Boa enologia e viticultura que permitiu um vinho bem equilibrado e sem álcool demasiado expressivo. Gostei e aprendi um pouco mais, tenho pena de ter só adquirido um único exemplar na altura, tenho curiosidade na sua evolução futura. Terá reforço certo na minha garrafeira.

P.S: Não tem muito a ver com vinho mas gosto bastante da imagem e do logo da Colinas do Douro.

Castas: Verdelho

Região: Douro (Sub-Região Douro Superior)

Teor Alcoólico: 13% Vol

PVP: +/- 9€

#DouroSuperior #douro #ColinasdoDouro #Verdelho #vinhobranco

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle