• Nelson Moleiro

O Gin Tónico e a Fruta Desidratada. Williams Chase Elegant Crisp


Já é bem conhecida por todos vós a minha paixão pelos vinhos, contudo nunca viro as costas a um bom Gin Tónico, aliás adoro gin, especialmente quando estamos num ambiente e registo descontraídos. Preparo "carradas" de gin tónico cá por casa, uma maneira de ir desinfectando as feridas e polindo as válvulas impregnadas de taninos do vinho. E no que toca a esta bebida não há que inventar, para obtermos um resultado final satisfatório temos que ter um bom destilado, um bom gin. Normalmente nas harmonizações que vou fazendo, opto por apontamentos discretos de ervas aromáticas frescas, citrinos, etc, que destaquem e enfatizem alguma propriedade daquele destilado/infusão.

Andava um bocado afastado da partilha destas experiências, mas recentemente no Encontro de Bloggers de Leiria conheci uma empresa que oferece exactamente aquilo que procurava e desejava, frutas e legumes desidratados de qualidade. Falo da Desidrata, uma empresa sediada na Benedita que se especializou em fruticultura e horticultura desidratada, tudo natural e sem adição de açúcar. Poderão conhecer melhoro projecto aqui. A meu ver, a Desidrata vem dar resposta às exigências do consumidor, oferece produtos com melhores índices de conservação, puros, colhidos sazonalmente, e de consumo fácil e cómodo ao longo dde todo o ano. No que toca aqui à minha banca do gin, eu diria que têm potencial de adicionar uma adorável complexidade às minhas "pomadas". Tenho utilizado frequentemente produtos frescos na preparação, no que reporta a frutas e afins, uma vez que muitos dos ingredientes secos/desidratados que tenho encontrado são concebidos para consumo de massas, replectos de aditivos artificiais. O resultado final por vezes é desastroso, e o sabor do gin tónico pende para as notas de marcadores BIC, nada de gin com o toque subtil da fruta, planta ou vegetal, consoante a harmonização. Como cortesia trouxe um saco com um mix de frutas desidratadas, onde de imediato reparei na maçã laminada. Pensei: Se isto for mesmo bom, brilhará com o Williams Chase Elegant Crisp. E sabem porquê? Porque este gin oriundo de terras de Sua Majestade, é redestilado a partir de vodka de maçã biológica. Ah pois é bébé, hora de ir ver o resultado final de tudo isto.

Williams Chase Elegant Crisp com Maçã Desidratada

A Chase Distillery baseou-se no que já fazia bem, a sua vodka, obtida de maçãs orgânicas dos seus pomares. Em vez de usar uma bebida alcoólica neutra como base para o seu gin, usou a sua vodka na subsequente destilação deste Elegant Crisp. Escolheu-se assim o sabor base do William Chase: A maçã. São usados botânicos como o zimbro, coentro, angélica, alcaçuz, lírio, laranja e casca de limão. Mas de que vale um gin sem zimbro? Nada! No paladar, o zimbro domina como tem que obrigatoriamente ser, antes de assumir um sabor mais ácido, cítrico. É na minha opinião um gin bastante equilibrado e que consegue ter uma personalidade própria, por isso não há que inventar: Gelo, maçã de boa qualidade, uma dose de Williams Chase a gosto e uma boa água tónica.

Este é um dos meus gins tónicos caseiros preferidos, tenho usado sempre maçã fresca nas harmonizações e habitualmente com grandes resultados. Desta vez ao usar a maçã desidratada, o resultado ultrapassou as minhas expectativas, ficou brutal, que espectáculo de bebida. Toda aquela secura transmitida pelo zimbro com a elegância dos sabores essenciais da maçã, uma nítida presença de fruta limpa. Bebi, babei-me, e fiquei a pensar, será que ao usar fruta seca eliminamos a água excedentária e assim não diluímos tanto o nosso gin? Achei isto um bocado parvo, está lá tanto gelo no copo idiota! Uma coisa é certa, estes laminados de maçã desidratada deram um toque especial e fizeram crescer o Gin Tónico. Como bónus temos a fruta no fundo do copo para comer, já hidratada e bem puxadinha de álcool, tipo gasolina de avião. Bem boa!

Gin: Williams Chase Elegant Crisp

Água Tónica: Fever Tree Flor de Sabugueiro

Harmonização: Maçã desidratada (Desidrata)

Deixo uma dica final deveras importante. Existe um ingrediente fundamental que nunca pode faltar e que nunca prescindo, e falo do Gin! Sim, isto é uma crítica. Já deixei de beber gin tónico em tantos locais por aí fora, não gosto de degustação de água tónica a solo e na sua versão de salada de frutas Carmen Miranda. Um muito obrigado à Desidrata, arranjei um parceiro ideal para as minhas parolices. Cheers!

#GinTónico #Desidrata #fruta #WilliamsChaseGin

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle