• Nelson Moleiro

Borges Dão Reserva Branco 2008


Um vinho não muito falado, desconhecido para meio mundo, mas pleno de virtudes. Que vinho, que vinho! Foi-me dado a conhecer por um dos magos da região, um druida que até acerta numas coisitas, se calhar fala é muito e bebe pouco, a confirmar! Elaborado a partir das castas Encruzado e Bical, tem uma cor amarela dourada inerente à evolução, revela óptimos aromas citrinos, ainda cheio de nervo e frescura. Excelente complexidade na prova, mas ao mesmo tempo tão simples, parece contraditório mas poderemos dizer isto. Ao dizer complexo, refiro-me à tentativa pessoal de integrar empiricamente tantas notas positivas que este vinho me transmite. Acidez envolvente em boca, confere-lhe prolongamento invejável, onde a fruta já madura, mantém integridade, genuinidade e pureza após todos estes anos. Boa mineralidade num vinho que apaixona e se demarca para patamares bem altos. É daqueles vinhos que sabe a vinho, a bom vinho, e em que todos os descritores se integram em perfeição, boa fruta, mineralidade e acidez. A prova cabal que certas regiões estão talhadas a produzir vinhos que perduram no tempo mantendo a elegância. O granito a fazer maravilhas, que grande branco do Dão. Obrigado por esta enorme surpresa e descoberta. A quem o conseguir encontrar, é levar às cegas!

Borges Dão Reserva Branco 2008

Castas: Encruzado e Bical

Região: Dão

Teor Alcoólico: 14% Vol

PVP: +/- 10€

#Dão #Bical #Encruzado #vinhobranco

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle