• Nelson Moleiro

Argau Cuvée Bruto


Coisas da terra e autênticas. As ditas coisas que nos sabem a tanto, quer pela enorme qualidade, quer também pelo reconhecimento de que são produtos genuínos que advêm directamente das pessoas, do seu trabalho e conhecimento, simbiose entre tradições e sonhos de vida. Hoje falo de um espumante que desconhecia e certamente muitos desconhecem, Argau Cuvée Bruto, oriundo de uma pequena aldeia ali nas fronteiras entre Aveiro e Viseu, Couto de Esteves, que nos faz balançar o GPS entre Dão e Bairrada. O projecto é visão e obra de Adelino Teixeira, nome ligado à Quinta da Romaneira, também com passado na Quinta do Noval, onde aplica a sua experiência pessoal e formação profissional num vinho que é seu e da terra. Apesar de ligado ao Douro, Adelino acedeu a arriscar num projecto na sua terra Natal, Couto de Esteves, e montou um pequeno "estaleiro" para produzir espumantes que prometem marcar posição sólida em Portugal, Argau meus caros, é este o nome a reter.

Esta garrafa chegou-me às mãos por intermédio de um dos valores da terra, um dos Coutinhos, amigo pessoal. Obrigado Márcio! Quem me conhece sabe que não acedo a afagadelas no lombo, o que tiver a dizer digo sem receios. No que respeita a vinhos se não gostar ou mesmo se detestar, não terei qualquer problema em marcar a minha opinião, sempre com respeito pelo trabalho das pessoas.

Elaborado a partir de castas tradicionalmente ligadas à espumantização, com Pinot Noir e Chardonnay, o Argau Cuvée Bruto, com designação geográfica IG Beira Atlântico, revelou-se uma tremenda surpresa, qualidade bem vincada, o que para vinhos novatos e desconhecidos no mercado, coloca a expectativa e exigência bem altas em futuras referências de espumantes Argau. Couto de Esteves com este espumante bruto, altamente diferenciador, a fazer inveja a tanta referência de renome, quem diria! Como se diz pela minha terra "de onde menos se espera sai a lebre". A região de Sever do Vouga, umbilicalmente ligada à Bairrada, inscreve-se em definitivo na rota dos vinhos, afinal não só mirtilos e queijos.

Argau Cuvée Bruto

Castas: 80% Pinot Noir, 20% Chardonnay

Região: Beira Atlântico

Teor Alcoólico: 12% Vol

PVP: +/- 10€

Possui um nariz limpo, com algum floral, discreto. A fruta é limpa, a evidenciar um vinho base bem cuidado e de qualidade. Na boca expande e mostra toda a sua virtude e carácter, um verdadeiro brut, ligeiramente cremoso e lácteo, com uma secura cativante que o torna altamente gastronómico e apelativo. Parabéns. Este Argau Cuvée foi degustado em modo brunch, com tosta de salmão fumado com pesto, e abacate no forno com ovo, queijo cheddar e bacon. Um especial agradecimento ao meu amigo Márcio Coutinho pelo interesse em mostrar os produtos e valores da sua terra, e a sua insistência para os espumantes Argau chegarem ao copo do blog Táscuela. Um bem haja!

#Argau #Espumante #CoutodeEsteves #PinotNoir #Chardonnay

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle