• Nelson Moleiro

Chocapalha Reserva Tinto 2007


Os vinhos de Lisboa têm ganho notoriedade e qualidade reconhecida em Portugal e sobretudo no estrangeiro. Vinhos frescos, sem demasiada extracção e concentração. O que pretendi com este vinho foi avaliar o seu potencial de guarda, comparando com exemplos e regiões de referência, onde a evolução e crescimento positivos são mais que reconhecidos. E no que toca a referências marcantes que melhor exemplo? Dão lá no topo! Tem sido o meu fiel amigo em termos de experiências e aprendizagem, vinhos elegantes, extraordinários, que passam a década de forma invejável. Chegam à idade adulta com vigor, a saber a vinho.

Tenho acompanhado alguns vinhos da Sandra Tavares tanto no Douro, como na Quinta da Chocapalha, e tenho ficado muito bem impressionado. A evolução tem sido marcante e o futuro avizinha-se frutífero e promissor. A verificar com muita atenção no futuro.

Chocapalha Reserva Tinto 2007

Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, e Syrah

Região: Lisboa

Teor Alcoólico: 14% Vol

PVP: +/- 20€

Vinho límpido, cor média. Aroma marcado a fruta negra, intenso. Com a respiração o vinho abriu, emanou mais elegância nos aromas, menos exuberantes. Na boca revela boa estrutura tânica mesmo após 10 anos, acidez média e envolvência de boca, volume e prolongamento. A frescura é surpreendente, esperava muito menos, a ligeira adstringência que demonstra torna-o interessante e com alguma personalidade. A barrica está presente mas não é incomodativa nem se sobrepõe (20 meses de estágio em barrica de carvalho francês 80% novas). Excelente vinho da Sandra Tavares da Silva, ainda mais quando sabemos que as vinhas e vinhos têm crescido qualitativamente colheita após colheita, e este vinho remete à longínqua colheita de 2007.

Até já

#Chocapalha #QuintadaChocapalha #VinhoTinto #VinhosLisboa

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle