• Nelson Moleiro

Casas do Lupo, charme no Dão


Turismo e passeata, um dos meus hobbies preferidos. Só falta mesmo tornar-me viajante profissional, isso é que era um trabalho de luxo. Depois, se tudo isto for aliado a uma boa componente enogastronómica, temos a tenda montada para o cenário ideal. Hoje não venho falar de vinho, venho falar de belos sítios em plenas regiões vinícolas. Venho alertar para o que temos no nosso Portugal, lugares e espaços de sonho, em locais por vezes pouco explorados, conhecidos e diria mesmo, reconhecidos. Faz um mês que decidimos conhecer um belo exemplo de turismo rural de charme, as Casas do Lupo, situado na região de Nelas, mais precisamente na aldeia da Lapa do Lobo. Cheguei a este local numa pesquisa de locais na região vinícola do Dão, que permitissem passar uns dias em pleno mês de Agosto, fora da azáfama das praias, e ao mesmo tempo usufruir de um espaço completo, cómodo, sossegado, bem integrado com a Natureza e herança histórica, e bem perto de alguns produtores de vinhos do Dão. Ora então, Nelas é o coração do Dão.

"As Casas do Lupo resultam da recuperação de casas típicas de granito, situadas no eixo histórico da aldeia da Lapa do Lobo, conhecidas pelos nomes dos antigos proprietários - casas da Laurita, da Nascimenta, do Cintinha e da Ester. A recuperação privilegiou a manutenção da traça original conjugada com alguns apontamentos de contemporaneidade que as dotou do conforto indispensável ao bem-estar dos hóspedes, mantendo a sua atmosfera intimista e familiar (...) Cada um dos oito quartos tem personalidade própria, a começar pelo nome, sugerido pelos motivos, temas e cores que inspiraram a sua decoração e pelas suas características arquitectónicas - o quarto Verde, das Camélias ou dos Galos."

Acabámos por ficar hospedados no quarto dos Galos, particular e singular, decorado a preceito e com uma boa integração de materiais estilo retro. O Hotel fornece um serviço de pequeno-almoço de índole tradicional, com aposta na regionalidade e com carácter autóctone, onde não faltam os queijos de ovelha, requeijão, pão da Serra, doces, compotas e enchidos. Oh que chatice, ahahah!

É um local idílico para poder relaxar, aliviar o stress quotidiano, ideal para momentos de tranquilidade a dois ou em família, num misto de arquitectura moderna e minimalista bem integrada em edifícios e apontamentos históricos e tradicionais. Sou suspeito, gosto destas coisas. A maravilhosa piscina exterior é um bónus para todos os hóspedes em meses de verão.

Onde comer, o que fazer e o que visitar

Além dos óbvios passeios e caminhadas pela natureza, a pé ou de bicicleta, no que toca à temática deste cantinho onde debito algumas ideias e opiniões, a região é ideal para promover algumas visitas a produtores de vinhos. Por esta ocasião de uns dias de puro relaxamento, fizemos uma breve visita à Adega dos Caminhos Cruzados, uma curiosidade pessoal que detinha pela estrutura arquitectónica do projecto, além de poder adquirir um ou outro vinho para o fim-de-semana de piscina.

No que diz respeita à gastronomia, aconselho dois programas muito distintos. O Restaurante Zé Pataco em Canas de Senhorim e a Taberna da Adega da Lusovini em Nelas. o Zé Pataco é um restaurante tipicamente português, com variadíssimos pratos de carne e peixe, e com uma garrafeira farta, sobretudo para todos os amantes de vinhos do Dão. Ao almoço optámos por uns chocos grelhados acompanhados pelo vinho branco da Casa, um colheita da Casa de Santar. É um restaurante sério e autêntico com um enorme valor de preço/qualidade, recomendação de caras.

A outra sugestão que apresento é a Taberna da Adega, adjacente à Adega da Lusovini em Nelas, restaurante mais requintado pertencente a este distribuidor e onde, entre outros vinhos, podemos degustar o portefólio Lusovini a nível nacional. No que respeita ao Dão, a Lusovini representa a marca Pedra Cancela e Quinta de Pinhanços. O prato escolhido, um grandioso chuleton acompanhado por Quinta de Pinhanços Reserva Tinto 2012. Um soberbo vinho das vinhas da Quinta da Pellada, que se apresenta num óptimo momento, elegante e com harmonia perfeita entre fruta, mineralidade e acidez. Uma excelente referência, grande valor pelo preço, mas que não é fácil encontrar noutras regiões do país. O preço da refeição incluindo vinho é médio/alto, mas vale o que se paga. Realço o excelente profissionalismo do empregado de mesa no atendimento, aliado a um conhecimento muito competente dos vinhos em carta e do serviço dos mesmos. Tudo isto pode parecer supérfluo mas revela-se importantíssimo. A variedade de tapas e petiscos, assim como de pratos principais, é vasta, adequada e sofisticada. Contíguo ao restaurante situa-se a Loja da Adega onde se podem comprar os vinhos e produtos da Lusovini.

Terreiro do Antunes 3525–625 Lapa do Lobo - Nelas www.casasdolupo.com

Tel. 232 673 441

Rua de Carvalhal, nº 50, 3520-011 Algerás - Nelas

www.caminhoscruzados.net

Tel. 232 940 195

Rua do Comércio, nº 124, 3525-052 Canas de Senhorim

www.restaurantezepataco.com

Tel. 232 671 121

Avenida da Liberdade, nº15, 3520-061 Areal - Nelas

www.lusovini.com/taberna-da-adega

Tel. 232 942 153

#Dão #CasasdoLupo #CaminhosCruzados #TabernadaAdega #RestauranteZéPataco #enoturismo

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle