• Nelson Moleiro

Domaine Les Heritiers du Comte Lafon Mâcon-Milly-Lamartine 2014


O ano de 2018 foi pródigo em descobertas, grandes novidades pessoais no que toca ao portefólio vínico em prova. Um abrir de horizontes que nos permite crescer, aprender, estruturar oferta e conhecimentos, assim como relativizar muitas opiniões e críticas sobre alguns vinhos que vamos provando. Tanto há para conhecer em Portugal, a qualidade tem crescido imenso, mas a procura externa é aliciante, e aliando esse factor e com a ajuda e dicas de alguns amigos, tenho tido acesso a grandes vinhos lá fora. França neste aspecto é um mundo. Recentemente foi-me sugerido por uma amigo um vinho que desconhecia por completo, um Borgonha, 100% Chardonnay como se pretende, de uma região menos badalada e famosa, Maconnais. Falo de Domaine Les Heritiers du Comte Lafon Mâcon-Milly-Lamartine 2014, vinho do produtor Dominique Lafon, bastante reconhecido em França pelo trabalho nos seus Domaines familiares, Domaine des Comtes Lafon e L'Heritiers du Comtes Lafon. Adquiriu em 1999 cerca de 14 hectares de vinha em Maconnais, acreditando na virtude e potencial regional, onde empenhou o seu fulgor empreendedor através da viticultura biodinâmica e trabalho de expressão de terroir, de forma a produzir vinhos distintos, com complexidade e autenticidade, capazes de elevar os vinhos locais a um patamar mais elevado.

Domaine Les Heritiers du Comte Lafon Mâcon-Milly-Lamartine 2014

Um vinho que se define tanto pelo equilíbrio que demonstra, como também pela complexidade de nuances que evidencia. No nariz, os aromas de fruta branca, pêssego, maçã, com forte incidência nos citrinos, toranja, muito bem integrados com alguns aspectos florais e com o estágio em barrica, onde estão presentes discretas notas fumadas que elevam o vinho. Em boca, a acidez, e sobretudo a mineralidade, fazem explodir para um outro patamar, atingindo uma harmonia perfeita entre maturação da fruta e prolongamento em boca, com um ligeiro toque amargo e de giz no final. Grande, grande vinho.

O objectivo não é ir beber lá fora, é procurar vinhos e perfis distintos, alguma unicidade, de forma a podermos enquadrar e perceber o que estamos a fazer e a provar em território nacional.

Castas: Chardonnay

Região: Maconnais, Borgonha

Teor Alcoólico: 13% Vol

PVP: +/- 22€

#vinhobranco #Borgonha #França #Chardonnay

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle