• Nelson Moleiro

Boango Tinto 2013


A eterna discussão de tinto ou não com bacalhau, algo semelhante de passa com a sardinha. A meu ver a harmonização de tinto com bacalhau não é a ideal, nem é a primeira coisa que me vem à cabeça quando escolho um vinho para beber com estes pratos, mas como se costuma dizer. nisto das harmonizações, a opinião de cada um vale o que vale. Existem regras básicas, algumas maridagens vinho com comida são impensáveis, contudo gosto de arriscar de vez em quando, se bem que para mim um branco gordo e com algum estágio, harmoniza sempre bem com bacalhau. Decidi experimentar este Boango 2013 quando recorri à garrafeira para escolher vinho para acompanhar bacalhau assado. No que respeita ao tinto com bacalhau, se o bacalhau tiver bastante alho, a interacção deste ingrediente com o tanino torna-se estranha, e em algumas circunstâncias, sinistra. Há que acautelar.

Boango Tinto 2013

Quanto ao Boango, o tempo em garrafa deu-lhe equilíbrio e maturidade, bebido a solo, e depois com a comida, mostrou altíssimo valor, ainda com aquele carácter rústico que gosto, rico, notória presença da Touriga Franca (minha aposta), tanino médio mas já bem integrado, sem percepção alcoólica nem concentração ou sobrematuração, aspectos hoje muito presentes no perfil da região. Um Douro que evidencia alguma frescura e a perpetuar longevidade de guarda. O Hugo Oliveira e Silva faz bons vinhos, e além de jovem enólogo é um dos pequenos produtores durienses que procura aliar o carácter regional dos vinhos à qualidade e distinção, não embarcando em modas.

Castas: Lote de castas tintas durienses

Região: Douro

Teor Alcoólico: 13% Vol

PVP: +/- 9€

#AdegaArtesanal #Douro #VinhoTinto

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle