• Nelson Moleiro

Tazem Encruzado 2015


Acalmem-se as hostes, afinal há grandes vinhos no seio do povo. Muitos são os vinhos que têm caído no meu copo, nacionais e estrangeiros, alguns de acesso ubíquo, outros mais exclusivos. Mas aqui na banca falo, e sempre falarei, de bom vinho, numa esfera de opinião e crítica pessoal, independentemente da sua origem. Portugal ainda consegue oferecer óptimos vinhos a preços justos e condignos. Nesse aspecto o Dão está no topo, encontramos referências a menos de 5€ de altíssima qualidade, vinhos tremendos para o dia-à-dia, e de alto valor gastronómico. As Adegas Cooperativas muitas vezes são menosprezadas, e eu até entendo em parte esta generalização, já tive várias más experiências com algumas, mas no que toca a Vila Nova de Tazem, meus caros, encontramos autênticas pérolas na relação qualidade/preço.

Tazem Encruzado 2015

Recentemente bebi o Encruzado da colheita de 2015, acompanhou uma feijoada de chocos, e a garrafa evaporou, soube a pouco, mais eu tivesse. Este terroir das encostas da Serra da Estrela formou uvas que deram lugar a um vinho com frescura, acidez equilibrada, de aromas delicados de fruta cítrica fresca, com um volume de boca correcto, seco, guloso e salivante. A mineralidade granítica coloca o carimbo de qualidade em mais uma referência desta região vinícola.

Não nasci na sub-região da Serra da Estrela, não tenho raízes familiares por lá, mas tenho muito apreço pelas gentes que nos proporcionam estes pequenos prazeres. Parabéns.

Castas: Encruzado

Região: Dão

Teor Alcoólico: 13% Vol

PVP: +/- 4,50€

#Encruzado #Dão #vinhobranco #CooperativadeVilaNovadeTazem

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle