• Nelson Moleiro

Boina Branco 2016


É a primeira vez que bebo com a devida atenção um vinho pertencente ao projecto Portugal Boutique Winery, uma iniciativa de Nuno Aguiar e António Olazabal Ferreira. Até agora tinha tido provas muito fugazes em eventos, muito no registo toca e foge, muitas vezes por falta de tempo. Já tinha a garrafa em casa há algum tempo, juntamente com o Boina Tinto 2015, achei que este seria um bom momento de prova para o vinho, agora já com algum estágio e descanso em garrafa.

Nariz com bastante frescura, citrinos e algum vegetal, num conjunto discreto e linear, nada de explosões frutadas pachorrentas. A boca é envolvida por uma acidez pujante, bem vivo, Rabigato a funcionar em pleno, com algum pó de giz e mineralidade elegante, conseguindo proporcionar um prolongamento de boca interessante, bastante secura.

Um vinho branco duriense que mostra carisma e alta aptidão gastronómica, tendo argumentos para ser flexível e abrangente neste aspecto. É na minha opinião, de grande valor na relação preço/qualidade para a gama onde se insere, algo por vezes difícil de encontrar nos vinhos brancos DOC Douro. Mas o que me apraz mesmo neste Boina Branco 2016 é que apetece beber de forma fluente, não cansa, algo que é sempre uma mais valia e o que procuro verdadeiramente num vinho. Não lhe tiro o chapéu, mas sim a boina, bom vinho e agradável proposta e projecto. Cheers!

Castas: Viosinho, Rabigato, Códega do Larinho

Região: Douro

Teor Alcoólico: 12% Vol

PVP: +/- 9,50€

#Douro #vinhobranco #PortugalBoutiqueWinery #Rabigato #Viosinho #CódegadoLarinho

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle