• Nelson Moleiro

Suertes del Marqués Trenzado 2017


Esta nova colheita apresenta-se muito distinta, diferente de lotes anteriores. No momento que o bebi, há umas semanas atrás, ainda as Bodegas Suertes del Marqués não tinham lançado o Trenzado 2018. Actualmente já está no mercado. Após ter provado várias garrafas do 2015, sinto estar na presença de um vinho ainda mais fresco, com mais acidez, com componente frutada mais destacada, citrinos, sinto tangerina, casca de laranja, em que tudo conjugado e envolto com as ligeiras notas vulcânicas de enxofre, fazem deste Trenzado 2017, um vinho engraçado, aprazível, fácil de beber, elegante e bastante enigmático. Secura em boca, grande final, profundo e cremoso, algum carácter vegetal, onde a mineralidade e salinidade são bandeiras hasteadas em permanência. Certamente é um vinho onde não encontramos par comparativo, que merece ser provado por enófilos curiosos e que buscam vinhos autênticos e com selo de distinção.

Suertes del Marqués Trenzado 2017

Uvas da casta Lístan Blanco (90%), Pedro Ximénez e Vidueño (6%) e uma mistura de outras castas (4%), de vinhas do Vale de La Orotava em cotas de atitude entre 350 e 700 metros. O Lístan Blanco e Pedro Ximénez provêem de vinhas muito velhas, 40% do mosto fermenta em tanques de cimento, e os restantes 60% em barricas de carvalho francês de 500 litros, sobre as próprias borras e com recurso a bâttonage. O vinho posteriormente estagia durante 8 meses.

Castas: Lístan Blanco (90%), Pedro Ximénez e Vidueño (6%) e uma mistura de outras castas (4%)

Região: Vale de La Orotava, Tenerife, Ilhas Canárias

Teor Alcoólico: 13% Vol

PVP: +/- 17€

#SuertesdelMarqués #IlhasCanárias #Canárias #vinhobranco #Espanha

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle