• Nelson Moleiro

Vidonia Branco 2017


Indo directo ao assunto, sem grandes rodeios e floreados, este é o melhor Vidonia de sempre, uma notória e evidente subida qualitativa, elegância distintiva neste vinho branco. Menos evoluído na cor, no aroma e também em boca, muito mais afinado e limpo na fruta. A identidade e energia vulcânica permanece no nariz, mas com mais discrição, a par de bastantes notas cítricas mescladas com uma salinidade vivaz, que lhe confere uma frescura e poder salivante arrebatadores. Está na linha do Trenzado 2017, mas com mais matéria, volume e profundidade. Estes brancos das Bodegas Suertes del Marqués, a par com os vinhos do projecto Envinate, são vinhos onde retiro máximo prazer, bebo sempre com enorme satisfação. Muitos são os que dão porrada ou criticam estes vinhos de índole vulcânica, perante tal só relembro, o desconhecimento, a ignorância e o extremismo são os melhores amigos das mentes obtusas. Fica a dica, Vidonia 2017, talvez dos melhores brancos insulares da actualidade. Uva listán blanco do Valle de la Orotava, Tenerife, com fermentação e envelhecimento em pipas de carvalho francês de 500 litros. “Com o nome de Vidonia eram conhecidos no século XVII os vinhos de Tenerife elaborados no norte da ilha e produzidos com variedades brancas minoritárias. As melhores parcelas da listán blanco de Paraje Las Suertes constituem a base deste branco, o mais complexo, profundo e elegante dos brancos elaborados por esta adega.”

Castas: Listán blanco

Região: Valle de la Orotava, Tenerife, Ilhas Canárias

Teor Alcoólico: 12,5% Vol

PVP: +/- 26€

#Espanha #IlhasCanárias #vinhobranco #SuertesdelMarqués #Tenerife

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle