• Nelson Moleiro

Sem Igual 2014


Em Portugal o consumidor de vinhos não tem a cultura, eu diria para ser mais cordial, paciência, que lhe permita esperar pelos vinhos, dar-lhes o tempo necessário para evoluírem e crescerem. A malta quer é beber tudo verdinho e ainda a fermentar. Tenho falado disso por diversas ocasiões, é algo que beneficiaria a experiência de quem bebe, e incutia responsabilidades acrescidas a quem produz, com aumento qualitativo subsequente. Tendo por base esse ideia, é a primeira vez que falo do projecto 100 Igual, um projecto que pela mão de João Camizão Rocha tem prosperado na região dos Vinhos Verdes. A minha recente, e ainda curta caminhada pelo mundo dos vinhos, tem-me transportado cada vez mais para a Galiza principalmente no que toca a brancos, mas estou atento a projectos concretos dentro de portas a que reconheço grande potencial regional e nacional. 100 Igual é um desses produtores.

Falo em pleno final de 2019 neste Sem Igual 2014, gosto de aferir e tirar conclusões quando certos vinhos minhotos chegam aos 3 a 5 anos em garrafa. Já provei esta referência inúmeras vezes em eventos, mas sempre no seu registo jovial. Encontra-se agora numa fase adulta, os aromas de fruta cítrica já se mesclam com algumas notas florais tudo suportado por boa mineralidade com grande subtileza. Regista um maior volume e estrutura de boca mas mantendo a sua boa acidez, num excelente equilíbrio e harmonia, revelando frescura e bom comportamento à mesa, mostra-se seco no palato e salivante. Um lote de Arinto e Azal.

Para concluir, vão guardando umas garrafitas para tirarem o melhor partido de alguns vinhos que vão comprando.

Castas: Arinto e Azal

Região: Vinhos Verdes

Teor Alcoólico: 13% Vol

PVP: +/- 12,50€

#vinhoverde #Arinto #Azal #vinhobranco

© 2016-2020 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle