• Nelson Moleiro

Albamar Nai 2019


Albamar Nai 2019
Albamar Nai 2019

Referenciar tintos para beber no calor do Verão torna-se mais difícil, principalmente quando uma pessoa tem tendência crescente de beber mais brancos o ano inteiro. Os tintos galegos são dos que escolhe primordialmente, e Xurxo Alba das Bodegas Albamar é nome que é impossível não falar. Nai é um dos tintos que Xurxo faz na Ribeira Sacra, o outro é o Fusco. É uma interpretação de Mencía um pouco mais diferenciada dos seus tintos das Rías Baixas, e do próprio Fusco, que passa somente por inox. Já este Nai 2019 estagia cerca de 8 meses em barricas, as uvas são de vinhas inseridas numa zona mais quente da Ribeira Sacra (Ferreira do Pantón), e o vinho puxa mais à fruta e concentração, mas que em comparação com vinhos da região como Guímaro, Daterra Viticultores ou Envínate, revela um perfil e carácter próprios.


Nai é uma homenagem à sua mãe, tal como Pai (um albariño das Rías Baixas) homenageia seu pai. Esta colheita de 2019 apresenta aromas de fruto vermelho e negro maduros, em que a fruta domina no nariz. Na boca mostra elegância e acidez equilibrada, alguma macieza, mostrando algum corpo e untuosidade, sendo esta uma afirmação descritiva relativa, pois tenho por base os seus Esteiro da sub-região das Rías Baixas que puxam mais acidez e o lado vegetal. Considero um bom vinho para ser bebido nesta época de Verão, com maior consensualidade, o equilíbrio geral deste Mencía agradará a mais consumidores. Para mim, é um óptimo vinho, mas a mais valia de Xurxo nos tintos está na gama dos Esteiro nas Rías Baixas.


Castas: Mencía


Região: Ribeira Sacra


Teor Alcoólico: 13% Vol


PVP: +/- 17€


Albamar Nai 2019

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo