top of page
  • Nelson Moleiro

Filipa Pato & William Wouters Post-Quer..s Baga 2018


Filipa Pato & William Wouters Post-Quercus Baga 2018
Filipa Pato & William Wouters Post-Quercus Baga 2018

Filipa Pato & William Wouters têm trazido uma lufada de ar fresco nos últimos anos ao panorama vínico nacional. Têm conseguido fugir do circo comercial decadente, com a sua filosofia e princípios, produzir vinhos de alto padrão qualitativo, daqueles que sabem a vinho, entendem? E para isso não é preciso recorrer a spam no agenciamento de comunicação, os vinhos falam por si. Pelo que vou vendo, além do conhecimento técnico inerente à prática profissional, um pouco de mundo e prova adquiridos ao longo de anos, permite estar hoje no sítio certo no papel que desempenham.


Filipa Pato & William Wouters Post-Quer..s Baga 2018. Cor rubi de tons violáceos. Muito frescor de nariz, onde emana a fruta directa e fresca, ao início algum bosque e sensação de pinhal, sensações terpenóides. Na boca o fruto vermelho e silvestre mostra-se e o vinho revela o seu denominador comum, elegância e delicadeza, sendo muito gastronómico e sedutor. Mantém-se com acidez generosa em toda a prova, tem taninos macios e finos, mas presentes. Uma abordagem à baga de índole e cunho modernos, assertivo, que transparece genuidade e autenticidade com qualidade. Parece estranho e ambíguo mas é a realidade, um vinho de perfil moderno que somente procura revitalizar práticas e heranças antigas. É muito fácil de beber, guloso, mas com complexidade vínica e matéria em boca trazidas pelo contacto pelicular longo, de final muito persistente e duradouro.


Um dos vinhos tintos que mais me satisfez e deu prazer beber nos últimos tempos, e que abre o meu ano vínico blogueta.


Este vinho não é envelhecido em carvalho (quercus), mas sim no subsolo em ânforas de argila por cerca de 6 meses, mimetiza o solo da região e permite uma micro-oxigenação que, em conjunto com a pouca extracção e longa maceração nas películas, origina taninos finos e sedosos. Filipa Pato recria genericamente a tradição romana de fazer vinho.


Castas: Baga


Região: Bairrada


Teor Alcoólico: 11,5% Vol


PVP: +/- 18,50€


Filipa Pato & William Wouters Post-Quercus Baga 2018

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page