• Nelson Moleiro

Ontem Branco 2018


Ontem Branco 2018
Ontem Branco 2018

Andamos afastados das provas e frequência de eventos, vai daí que para conhecer alguns vinhos novos fazemos a nossa própria recruta vínica, ou aceitamos aqui e ali dicas de amigos e conhecidos que realmente achemos que acrescentem valor para a nossa experiência de prova. Falaram-me dos vinhos Ontem da Rita Marques da Conceito Wines, mais concretamente o Ontem Branco 2018 e decidi experimentar. Vinhas centenárias de uma aldeia a sul da região do Douro, na fronteira com a região do Dão, zona não demarcada do Douro, fundamentalmente um vinho rústico que acaba por nem ser Dão nem Douro.


Alguma percepção de barrica no nariz, mas ligeira, e de modo algum impositiva. Quando levamos à boca sabemos de imediato que entramos completamente em contramão com o grosso dos vinhos brancos durienses, demasiado frutados, por vezes concentrados e pachorrentos, ou com enologias que dão primazia ao bom carvalho francês. Este Ontem agarra-nos o palato, forte ataque inicial na mucosa palatina, secura, acidez e frescura impressionantes, tudo bem equilibrado com uma mineralidade que envolve e cresce na boca com algumas notas cítricas, A acidez diria marcante, vigorosa, e por momentos, largos momentos, para não dizer sempre, afirmaria estar na presença de um vinho Bairradino. Talvez seja o Rabigato, corpo médio e altamente gastronómico. Fiquei com vontade de ver como se porta com mais tempo de garrafa, fiquei ainda com mais vontade de comprar e beber mais disto.


A maior parte do vinho estagia em inox e apenas 20% estagia por 10 meses em barricas usadas de carvalho francês.


Castas: Vinhas velhas de Rabigato, Verdelho, Síria, Dona Branca e Encruzado


Região: Douro


Teor Alcoólico: 12% Vol


PVP: +/- 20€

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo