• Nelson Moleiro

Quinta da Espinhosa Reserva Colibri 2017


Quinta da Espinhosa Reserva Colibri 2017
Quinta da Espinhosa Reserva Colibri 2017

A frescura da sub-região da Serra da Estrela oferece à partida condições para se fazerem dos melhores vinhos tintos em Portugal, nas mãos certas, como em tudo na vida. A Quinta da Espinhosa engarrafa vinhos de marca própria em Vila Nova de Tazem há largos anos, e mesmo não se encontrando visível nas melhores montras com o buzz do marketing, faz vinhos honestos que respeitam a tradição e herança. Do que me foi dado a percepcionar por intermédio deste vinho em concreto, o primeiro que bebo do produtor, o potencial existe, a matéria-prima e terroir de eleição também.


Um vinho e produtor que passei a conhecer graças meu amigo João Craveiro Lopes, conhecedor e acérrimo aficionado e defensor dos vinhos do Dão.


Quinta da Espinhosa Reserva Colibri 2017, com fruto negro no nariz, algum bosque e sensação de pinheiro, apontamentos terpénicos e mentolados nas características organolépticas. Só me belisca a presença de um ténue fumado mais primário possivelmente do carvalho da barrica. Não apela à concentração e sobrematuração de fruto. Bela acidez e frescura de boca, complexo, cheio e aberto, tanino vivo mas fino, vegetal e com final seco, salivante, onde se eleva o núcleo mineral. Mantém uma sinergia de tradição com modernidade, tradicionalismo regional das castas e rusticidade mas com elegância e equilíbrio, o que repercute e constitui, a meu ver, a riqueza do Dão, o seu blend e field blend. É vinho para a cave que ganhará com uns pares de anos extra.


Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro, Jaen e Trincadeira


Região: Dão


Teor Alcoólico: 13,5% Vol


PVP: +/- 17€


Quinta da Espinhosa Reserva Colibri 2017


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo