• Nelson Moleiro

Quinta da Palmirinha Loureiro 2016


Quinta da Palmirinha Loureiro 2016
Quinta da Palmirinha Loureiro 2016

Quinta da Palmirinha Loureiro 2016. Aroma delicado, com subtileza, elegância e alguma contenção aromática, muito limpo e fresco. Por vezes sinto notas que fazem lembrar a autólise da levedura que encontro em alguns champagnes. Em boca cresceu imenso comparando quando o bebi há cerca de 2-3 anos, a acidez ainda está bem viva, vivo e tenso, mas já mostra maior amplitude e com multicamadas, uma cremosidade e textura que elevam a complexidade do vinho. Começam a surgir os primeiros e ténues sinais de evolução, positiva, que nunca beliscam o vinho, mantendo-se envoltos nas virtudes da mineralidade e algum herbáceo. À medida que decorre a prova cresce no palato terminando com longevidade e secura deliciosos. São somente 11,5% Vol de álcool presentes num vinho muito sério, exemplar, retrato do que deveria ser o caminho regional no sector dos brancos.


Fernando Paiva foi um dos pioneiros da corrente "natural" em Portugal. Com formação nas práticas de agricultura Biológica e Biodinâmica, desde 2007 produz vinhos de nome Quinta da Palmirinha na região dos Vinhos Verdes com certificação Demeter. Digamos que tem estado na moda, antes de ser moda, e o mais importante, tem produzido vinhos artesanais riquíssimos, genuínos, e que dão imenso prazer beber.


Castas: Loureiro


Região: Vinhos Verdes


Teor Alcoólico: 11,5% Vol


PVP: +/- 13€ (actualmente)



Quinta da Palmirinha Loureiro 2016

0 comentário