• Nelson Moleiro

Quinta de Saes Encruzado 2015


Quinta de Saes Encruzado 2015
Quinta de Saes Encruzado 2015

Construir garrafeira com vinhos da Quinta da Pellada e ir desfrutando progressivamente dos mesmos, são oportunidades únicas para quem gosta de bons vinhos. Na fábula da formiga e da cigarra, há que ser um misto, um pouco de ambos, aproveitar a vida como a cigarra e ao mesmo tempo trabalhar e stockar como a formiga. Nos últimos anos os brancos da Quinta de Saes e da Quinta da Pellada são presenças constantes na minha garrafeira, gosto de provar e perceber em novos e ver como se comportam com a evolução em garrafa. Estes brancos do Dão Serrano envelhecem de forma ímpar.


Abrir uma garrafa de Quinta de Saes Encruzado 2015, quase sete anos após a colheita, é sempre um momento de deleite e alta expectativa. Aromas ainda com discrição, fruta branca de caroço e algum floral, já se nota alguma oxidação inicial. Em boca, seco, mantém acidez natural viva, equilíbrio e harmonia, a elegância que apraz na casa. Falta-lhe algum volume e final de boca, alguma matéria e untuosidade que lhe confira alguma dimensão. Sinto o meu coração falhar ao ver um vinho desta casa que depositava mais esperança mas que cedeu um pouco com os anos, e não é pela ligeira oxidação que já se faz apresentar, mas sim a boca sem muita graça, falta-lhe tensão e nervo. Poderá ser esta garrafa? Não sei, não está um grande vinho, longe do seu irmão mais velho e de predicados elevadíssimos, Primus 2015.


Castas: Encruzado


Região: Dão


Teor Alcoólico: 13% Vol


PVP: +/- 15€



Quinta de Saes Encruzado 2015



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo