• Nelson Moleiro

Safrà 2019


Celler del Roure Safrà 2019
Celler del Roure Safrà 2019

Celler del Roure é um produtor que tem tido destaque na crítica do país vizinho, já tinha lido sobre o projecto numa região menos óbvia. Agora pela primeira vez provo um dos seus vinhos, um tinto, Safrà 2019. Cor viva, aberto e algo translúcido. Castas autóctones da região de Valência, com uva tinta Mandó mas a que se acrescenta ao lote 30% de uva branca Arcos, casta antiga e ancestral que o produtor anda a recuperar na região. Claramente um vinho tinto com castas desconhecidas para mim, nunca tinha ouvido falar.


Nariz muito aromático, com fruto silvestre limpo e maduro bem destacado. Na boca muito fluido, fresco, sedoso, tanino macio, com boa harmonia e complexidade. No processo de vinificação, utilizam-se cerca de 30% de cachos inteiros, e desta forma a presença de algum engaço e também da uva branca dá-lhe frescura e equilíbrio, algo essencial num tinto de uma zona obviamente quente. Muito cuidado no produtor em reflectir o terroir local, fiel às suas uvas nativas mas com inteligência na vinificação, colheita mais precoce das uvas, de forma a produzir um vinho fresco e cativante. Especial destaque para uma particularidade, depois da fermentação em inox com leveduras autóctones, decorre um envelhecimento e maturação em ânforas enterradas de 2600 litros, um processo ancestral e com tradição.


Equiparo este vinho, e na generalidade o projecto, às Bodegas Ponce em Manchuela. Consegue-se sempre fazer bom vinho em todo o lado, nem todos os conseguem, mas é possível.


Castas: 70% Mandó e 30% Arcos


Região: Valência


Teor Alcoólico: 12,5% Vol


PVP: +/- 11,50€


Celler del Roure Safrà 2019

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo