Monte da Cal Trincadeira 2007

02.06.2017

 

Nos dias que correm, e com o passar dos anos e amadurecimento aqui da peça, no que respeita a vinhos, tenho cada vez mais apreciado vinhos brancos. Mas obviamente o vinho tinto está sempre presente, e nessa área procuro encontrar vinhos que sejam diferentes, com personalidade única, independentemente de vir a gostar mais ou menos deles. Para ser franco, tenho ganho predilecção por tintos de regiões mais a norte e de altitude, e refiro-me a regiões do Dão, Douro e Bairrada sobretudo. Mas bons vinhos e com a chancela da qualidade é o que há cada vez mais em Portugal, de norte a sul, de este a oeste.

 

Ao contrário do que o consumidor comum manifesta nas suas escolhas, eu dou hoje menos privilégio à fruta madura, com demasiada expressão, tornando os vinhos mais "pesados" e alcoólicos. A minha experiência desta vez foi ir à região alentejana e trazer para o copo um monocasta de Trincadeira, a famosa Tinta Amarela no Douro, numa colheita de 2007, tentar perceber o que esta uva nos oferece após 10 anos em garrafa, e uma vez mais segmentar ideias e conceitos.

 

 

 

Monte da Cal Trincadeira 2007

 

Uma excelente surpresa, um vinho muito curioso. Quando achava que iria ter aromas e sabores opolentos a fruta negra madura, surgiu-me no copo um vinho com aroma e textura agradável, muito suave e distinto, com algum vegetal especiado e excelente acidez, com taninos suaves mas que lhe permitiram um primoroso envelhecimento. Apesar da delicadeza na boca, tem um surpreendente volume e persistência que me agrada particularmente. Apesar de ser muito usada em vinhos de lote para "suavizar" outras castas, e raramente vista a solo, gosto muito o seu comportamento individualista, permitindo vinhos tintos muito flexíveis e boas opções para estações quentes. Já o Trincadeira das Cortes de Cima me tinha deixado a pensar, e de facto confirma-se, que para mim, são tintos de aposta diferenciada.

 

 

 

 

Castas: 100% Trincadeira

 

Teor Alcoólico: 13,5% vol

 

Região: Alentejo

 

PVP: +/- 9,5€

Please reload

DICAS DE VINHOS BOA COMPRA!

#1 

Muxagat Os Xistos Altos Rabigato 2014

Douro (Branco)

 

#2

Primus 2015

Dão (Branco)

 

#3

Quinta da Pellada Estágio Prolongado 2011

Dão (Tinto)

#4

Dão A Centenária 2015

Dão (Tinto)

#5

Luís Pato Vinhas Velhas 2017

Beira Atlântico (Branco)

#6

Em Cru 2017

Dão (Branco)

#7

António Madeira Colheita 2016

Dão (Tinto)

#8

Argau Cuvée Bruto

Beira Atlântico (Espumante)

#9

Quinta da Serradinha Encruzado e Arinto 2016

Encostas d'Aire / Lisboa (Branco)

#10

Conciso 2014

Dão (Branco)

Actualizado em Junho de 2019

ARTIGOS RECENTES

Também vais gostar

04.11.2019

31.10.2019

Please reload

Please reload

© 2016-2019 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle