Septuagésima Festa de Vinhos de Chablis

22.11.2018

 

Borgonha. Um nome que assusta quando uma pessoa inicia qualquer escrita relacionada com vinhos. Esta região de França, a par com a região de Bordéus, é uma das regiões vinícolas mais famosas do mundo, e no que respeita a vinhos brancos a mais famosa pela certa, qualidade excepcional e de onde são produzidos alguns dos vinhos mais caros do mundo. Mas não são só os mais caros, pertencem sem margem de dúvida ao lote dos melhores. A experiência pessoal à data, e com muita pena minha, cabe num dedo mindinho, mas como tenho dito noutras ocasiões, a experiência no mundo dos vinhos não pode ser reduzida a uma garrafa ou a um mero copo. Visitar, conhecer, viajar, aprender, abrir horizontes, são premissas que estão incutidas na minha pessoa. Desta vez acedi a um convite do meu caro amigo João Craveiro Lopes, e lá decidi dar um pulo a França e participar na Septuagésima Festa de Vinhos de Chablis, realizada nos dias 27 e 28 de Outubro de 2018.

 

A região de Chablis localiza-se a cerca de 150-200 km a sudeste de Paris, é a sub-região da Borgonha localizada mais à norte, e onde se produzem vinhos brancos cremosos, com acidez e mineralidade únicas, sempre a partir de uma única casta, a uva Chardonnay. Nesta aventura, juntaram-se três compinchas, eu, o anfitrião (João Craveiro Lopes) e o Jorge Nunes (joli.pt). Os franceses estão-se nas tintas para feiras pomposas, esta mostra de vinhos de Chablis decorreu em plena vila, uma simples rua, umas tendas, produtores com os seus vinhos no topo de um barril, explicação e oferta dos seus vinhos a quem quer conhecer e está feito. Nada de grandes salões, aqui o que importa é só e simplesmente só, o vinho. Não vou ser exaustivo nem me vou armar em craque com os vinhos e produtores que contactei, até porque a qualidade é transversal, obviamente com um ou outro destaque positivo e um ou outro menos positivo, até porque negativo não vi nada por aquelas bandas! Chablis é uma experiência única, rica, e uma verdadeira masterclass para quem quer desfrutar e aprofundar o conhecimento no mundo dos vinhos.

 

 

 

Em género de referência, os vinhos Chablis dividem-se em 4 categorias:

 

Petit Chablis

 

Poderão ser considerados os mais simples, habitualmente feitos para serem consumidos jovens, e oriundos das periferias.

 

Chablis

 

São os que mais existem, classificados também como Chablis AOC, onde se concentra a maior produção, e conhecendo os produtores certos, conseguem-se compras de enorme relação preço/qualidade.

 

Chablis Premier Cru

 

A designação de Premier Cru surge no rótulo, que garante a proveniência de parcelas e vinhas específicas, estruturadas e regulamentadas. Aqui entramos no patamar de alta qualidade e preços já mais elevados. Bom e barato na Borgonha não conjugam muito bem.

 

Chablis Grand Cru

 

Chegamos aos vinhos de elite, nunca abaixo de 50€ (e já com alguma sorte nos dias que correm). Certamente já viram rótulos com as seguintes designações, Les Clos, Les Preuses, Bougros, Valmur e Váudesir, entre outros. Esta é a nata das natas, muito dificilmente desiludem, e quando acontece, uma má guarda ou um outro defeito está associado pela certa.

 

 

 

As casas mais famosas como Domaine François Raveneau e Domaine Vincent Dauvissat não participaram neste evento, e duvido mesmo que sequer o façam por hábito. Contudo tivemos um bónus que engrandeceu e culminou toda esta experiência, um jantar com direito a um Raveneau Chablis 2014 no Le Bistrot des Grands Crus.

 

Aqui fica...

 

 

 

 

 

Galeria de Fotos

 

 

 

Please reload

DICAS DE VINHOS BOA COMPRA!

#1 

Muxagat Os Xistos Altos Rabigato 2014

Douro (Branco)

 

#2

Primus 2015

Dão (Branco)

 

#3

Quinta da Pellada Estágio Prolongado 2011

Dão (Tinto)

#4

Dão A Centenária 2015

Dão (Tinto)

#5

Luís Pato Vinhas Velhas 2017

Beira Atlântico (Branco)

#6

Em Cru 2017

Dão (Branco)

#7

António Madeira Colheita 2016

Dão (Tinto)

#8

Argau Cuvée Bruto

Beira Atlântico (Espumante)

#9

Quinta da Serradinha Encruzado e Arinto 2016

Encostas d'Aire / Lisboa (Branco)

#10

Conciso 2014

Dão (Branco)

Actualizado em Junho de 2019

ARTIGOS RECENTES

Também vais gostar

04.11.2019

31.10.2019

Please reload

Please reload

© 2016-2019 Táscuela

 

Leiria, Portugal - tascuela@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle